Brasil, 16 de Dezembro de 2018
19 de novembro de 2018

Simone Tinelli: Barba, cabelo e bigode também é coisa de mulher

Hair Brasil - Donna Barba

Entre 2012 e 2016, a Euromonitor International registrou um crescimento de 94% no faturamento do setor de barbearias no Brasil. Exatamente neste momento, Donna Barba abria suas portas para trazer para a cena paulistana um novo conceito de espaço, serviço e atendimento. 

Simone Tinelli - Donna BarbaA barbearia, que completa dois anos em dezembro, é a realização do sonho de sua idealizadora, Simone Tinelli, uma mulher movida pela paixão de fazer “barba, cabelo e bigode”.
 

“Sou visagista e maquiadora e essa expertise me ajuda muito no mercado masculino”
 

No começo de sua empreitada, teve dificuldade de encontrar no Brasil cursos e especializações – tanto por uma carência de quem quisesse ensinar quanto por ser mulher. Mas, nem por isso ela desistiu. 

Simone – que também é maquiadora e visagista – embarcou para Londres para aprender mais sobre a arte que sempre encheu os seus olhos, a da barbearia.

Prestes a comemorar o segundo aniversário de seu empreendimento, Simone – que atende seus clientes caracterizada de bailarina, de saia tutu e sapatilhas – conta que encontrar um diferencial e transmitir conhecimento são os principais lemas do negócio. 
 

“O maior desafio é fazer e ser diferente”
 

Atualmente, além de ser uma barbearia bem-conceituada, Donna Barba é também uma escola e conta com cursos de Barbeiro Iniciante, Cortes Masculinos Avançados e Barba. Além disso, seus profissionais ministram cursos e workshops pelo Brasil e já estão com os olhos voltados para o exterior.

Conversamos com Simone para saber de sua história, desafios e conquistas ao longo dos dois anos de Donna Barba. E ela contou muito mais! Acompanhe:

HB – Em dezembro são dois anos de Donna Barba! Como foi a trajetória até aqui? 
Simone Tinelli -
Como todo pequeno negócio, nada fácil. Abri a Donna Barba em período muito crítico no cenário político-econômico do Brasil, mas com muito esforço e trabalho estamos conseguindo seguir no mesmo caminho.

HB - Quais são os maiores desafios?
Simone Tinelli -
O maior desafio é fazer e ser diferente. Ter um diferencial e uma excelência é o que destaca, pois diante de um mundo globalizado, com a internet ao alcance de um dedo e com a enorme quantidade de barbearias que foram inauguradas, este, sem dúvidas, é um dos meus maiores desafios. 
 

"Já ouvi que barbearia era para homens”
 

HB - E as melhores conquistas?
Simone Tinelli -
A melhor conquista é quando o cliente volta, quando ele vem de novo ao meu estabelecimento. Tenho clientes que estão comigo desde o início da caminhada e eles não me trocam por nada. Dizem que é pelo ambiente, atendimento e a perfeição dos serviços.Uma conquista e tanto!

HB -  Uma mulher no mundo dos homens! Como foi a entrada neste universo? Barreiras precisaram ser quebradas?
Simone Tinelli –
É, eu acredito que este é um dos maiores desafios, pois não foi simples ser bem vista e aceita. E há dois anos era ainda pior. Certa vez entrei numa barbearia e fui muito mal atendida por perguntar se o pessoal tinha algum curso para mim. A resposta foi que só ensinavam quem iria trabalhar lá e que isso era para homens. Mas, agora o pessoal está aceitando mais, tanto os clientes como os colegas de profissão, e me sinto mais reconhecida dentro do mercado. Resultado também de muito esforço para ter conhecimento de qualidade, assim se conquista respeito. Invisto constantemente em cursos no exterior e em mídias para replicar o meu conhecimento e pulveriza-lo para todos os cantos.
 

“Em Londres conheci um espaço onde apenas mulheres trabalhavam e isso me motivou muito a focar no meu próprio negócio aqui no Brasil”
 

HB – Por falar nisso, você estudou em Londres. Quais as diferenças de mercado que você enxerga entre Londres e Brasil?
Simone Tinelli -
Sim, precisei procurar uma escola fora do Brasil, pois aqui não encontrei ninguém para me ensinar. Primeiro porque os profissionais não queriam passar o conhecimento e segundo porque eu sou mulher. Resolvi então ir para Londres para me especializar e trazer para o Brasil o conhecimento adquirido sem essa diferença de sexos.  A barbearia por lá é centenária e eles fazem o ritual semanalmente. E não são apenas homens barbados, o londrino vai à barbearia para fazer a barba toda ou cortar o cabelo quinzenalmente, por exemplo. Eles gostam de estar sempre com a aparência limpa e muito bem arrumada.

HB – E então você montou um espaço próprio. Como surgiu a ideia de, além de tudo, ser também uma empreendedora? 
Simone Tinelli -
Na verdade, eu tinha a Donna Barba aberta desde o final de 2016, antes de ir pra Londres estudar. Porém, já tinha feito uma visita à cidade em meados do mesmo ano quando visitei muitas barbearias para me inspirar. Inclusive lá entrei em um espaço que o atendimento era feito exclusivamente por mulheres e isso me motivou muito a focar no meu próprio espaço aqui no Brasil. Me descobri empreendedora quando decidi montar a Donna Barba e fiz tudo praticamente sozinha, com ajuda de Deus e de um dinheiro que tinha guardado. 

HB - Você é maquiadora e visagista também, certo? Como surgiu a paixão pela barbearia?
Simone Tinelli –
Sim, no mercado da beleza trabalho como visagista e maquiadora há anos e essa expertise me ajuda muito no mercado masculino. Bem, a paixão vem desde criança quando ficava na pia do banheiro vendo meu pai se barbear ou quando o acompanhava na barbearia que ele cortava o cabelo. Achava todo aquele ritual incrível. Gostava de vê-lo passando a espuma no rosto e depois colocando o líquido que ardia, que era o pós-barba.

Donna Barba - Hair Brasil


HB - O mercado de beleza masculino está em ascensão. Como você enxerga isso?
Simone Tinelli -
O homem está voltando a se cuidar e a ter seu espaço dentro da área da beleza. E está é sim uma tendência em ascensão, pois o universo masculino ficou esquecido por muito tempo. A partir da década de 50, o setor feminino disparou e os ganhos eram muito maiores e atrativos do que o masculino. Mas, não tem jeito, pois a importância de uma boa imagem resulta numa melhora da autoestima, confiança pessoal e até mesmo das conquistas, sejam profissionais ou mesmo amorosas. Isso não vai acabar, nunca.

HB - A Donna Barba também oferece cursos, certo? Qual é, para você, a importância do lado educacional neste setor? 
Simone Tinelli –
Sim, a Donna Barba é uma escola e eu faço questão de ter quatro alunos por turma, pois minha intenção é educar, ensinar e oferecer o melhor serviço ao Brasil. Tivemos, recentemente, um “boom” de barbearias e precisamos capacitar e qualificar os profissionais do país para elevar qualidade de atendimento e faturamento. Eu iniciei a escola por perceber a falta de opções quando eu quis me especializar. Por isso, tenho o maior cuidado e estou sempre me especializando e treinando meus professores para ensinar cada vez mais e melhor.

Mais informações sobre a Donna Barba e a história de Simone podem ser acompanhadas no site e nas redes sociais da marca:

Instagram: @donnabarba_barbearia
Facebook: DonaBarbaBarbearia
Youtube: Simone Tinelli

 
Mais notícias sobre Notícias do Setor | Voltar
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha