Brasil, 19 de Junho de 2019
14 de abril de 2019

Desprogressiva é tema de workshop de Robson e Tania Trindade

Desprogressiva é tema de workshop de Robson

Robson TrindadeEm uma era na qual a beleza natural vem sendo cada dia mais valorizada, fazer o movimento de volta aos cabelos naturais é uma tendência em alta. Sempre antecipado ao que vai entrar na moda, o hairstylist e visagista, Robson Trindade, trouxe à 18ª edição da Hair Brasil um workshop sobre o peocesso de desprogressiva.

“Trabalhamos com a técnica de remover a progressiva dos cabelos há 14 anos. Muitas mulheres descobriram que o liso não combinava com elas. O visagismo veio para despertar a beleza do cabelo natural, surgindo então a necessidade da desprogressiva – um processo de operação dos fios para voltar aos cachos. Agora, aqui na Hair Brasil, está sendo lançada pela Eco Belle a desprogressiva natural orgânica”, explicou Robson.

O expert apresentou a técnica e novidades em produtos ao lado dos profissionais Daniela Oliveira, Rogério Molina e Glauber Serafim, além de sua esposa e também visagista, Tania Trindade, que afirmou que o alisamento excessivo nos cabelos massificou a imagem da mulher brasileira.
 

Daniela Oliveira  Rogério Molina Glauber Serafim  Tania Trindade

“Por muito tempo, o mercado caminhou no movimento da massa, todas queriam o liso da progressiva, que não tem um conceito nem de produto e nem de beleza. Ela surgiu no mercado como um pano de fundo para que as pessoas pudessem entender que aquilo era um processo de alisamento. Isso contradiz a realidade de cerca de 50% da população feminina ser composta por negras, pardas, cabelos enrolados, cacheados e ondulados. A desprogressiva natural orgânica resgata isso, a ondulação natural dos fios”, explicou Tânia.
 

Desprogressiva é tema de workshop


Parceria com a Hair Brasil

O casal Trindade reforçou a parceria com a Hair Brasil ao longo dos 18 anos de existência da Feira Internacional de Beleza, Estética e Cabelos e falou sobre a importância de um evento voltado ao setor de beleza profissional com a real preocupação de qualificar o mercado.
 
Para Robson, a função da Hair Brasil é despertar interesses. “A Hair Brasil tem a tradição de trazer informação ao público. O profissional de beleza não vem para o evento com a proposta de se formar, mas sim de descobrir suas aptidões e se aprofundar no mercado”.
 
“Nos últimos 12 anos, eu e o Robson participamos da Hair Brasil focados em educação. E isso não teria tido evolução se o evento não tivesse um espaço voltado para isso. Nós, profissionais de beleza, temos um olhar muito segmentado. O cabeleireiro olha pra cabelo, a maquiadora para o rosto. E o setor teve um movimento de 3600 com a vinda do visagismo”, finalizou Tania.
 


 

 
Mais notícias sobre Notícias da Feira | Voltar
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha