Brasil, 22 de Agosto de 2019
04 de fevereiro de 2019

Orlando Sanches ministra curso de dermopigmentação para médicos

Curso Orlando Sanches


Uma conquista histórica para o Brasil, para a estética, para cirurgiões plásticos e para pacientes com câncer de mama: aconteceu neste final de semana, o primeiro curso de dermopigmentação de mamas com foco em auréolas e mamilos para médicos. A sede foi o centro de referência da saúde da mulher, o Hospital Pérola Byington, em São Paulo.

Orlando SanchesO esteticista e dermopigmentador Orlando Sanches é o principal responsável por esta importante iniciativa. “A ideia é capacitar teórica e praticamente os cirurgiões plásticos, residentes e estagiários do Pérola Byigton que conheceram este trabalho e se interessam por atuar com a dermopigmentação paramédica nesta etapa da reconstrução das mamas”, explica.

Já coordenando um projeto social 100% gratuito neste segmento dentro do centro de referência, Sanches conta como enxergou a necessidade no mercado. “No ano de 2012, o governo brasileiro passou a pagar a reconstrução da mama para pacientes com câncer sem incluir no orçamento os mamilos e as auréolas. Arcam com a volumização, mas não com o acabamento”, explica.

“Por isso, desde outubro de 2017 estou dentro do Pérola para oferecer este serviço para as pacientes do SUS. Neste caminho, conheci muitos profissionais que se interessaram e quiseram se especializar”, pontua Orlando dando uma pincelada nos primeiros passos do desenvolvimento do curso de dermopigmentação paramédica para cirurgiões plásticos.

Um plano maior

Orlando explica que seu plano com o projeto social também visa uma mudança de lei para incluir a reconstrução de mamilos e auréolas nos custos arcados pelo SUS. “Trabalhar dentro do Pérola Byington, que tem o sistema mais completo e perfeito do SUS nos serviços para a mulher, serve de protocolo e cria a possibilidade de gerar dados para pleitear a mudança na lei brasileira”.

“E faz todo o sentido, pois assim se geram especialidades e novas vagas empregos no âmbito profissional, menores custos para governo e hospitais e mais qualidade de vida para as pacientes”, afirma Orlando.  

Valorização profissional

Além de todos os pontos de extrema importância e relevância para diversas pessoas, mercados e instituições, o dermopigmentador ainda exalta que a valorização do esteticista também está em seu radar. “Sou hoje um esteticista dentro de um hospital. E não qualquer hospital. Isso traz valorização e reconhecimento para o profissional de estética”.

“Quero dizer que consigo, desta forma, mostrar que existimos e que podemos atuar dentro do mercado em áreas diversas e complementares, como é o caso da oncologia e estética”, finaliza Sanches. 
 

 
Mais notícias sobre Notícias do Setor | Voltar
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha