Brasil, 25 de Junho de 2018
15 de abril de 2018

Seminário de Gestão fala sobre o mercado da beleza onde as tendências apontam para um consumo personalizado

Universo digital, práticas sustentáveis e benefícios únicos norteiam as compras

Após um breve panorama do consumo de produtos e serviços de beleza no Brasil a profissional, Ana Clévia Guerreiro, do SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – pontuou as tendências dentro do segmento.

Segundo ela a tendência maior diz respeito ao auxílio de vendas de produtos de beleza por meio de mídias sociais e influencers.  Além disso 22% das mulheres no Brasil usam tutoriais para conhecer novas técnicas e 82% dão preferência a produtos com ingredientes naturais. 

“Dentro da sociedade moderna está difundido o conceito de customização e experiência: os consumidores gostam de produtos de fácil manuseio, eficazes e que oferecem novas sensações”, diz. Outro ponto a se destacar diz respeito ao que chamamos de Movimento Maker, isto é, o empoderamento das práticas de consumo. As questões individuais norteiam um consumo cada vez mais personalizado.

A tecnologia possibilita o barateamento de produtos e serviços ampliando seu alcance de público alvo. A valorização de artigos com origem de matéria-prima e produção locais também merece atenção. “Os compradores têm sido atraídos por novas marcas, independentes, que oferecem perspectivas modernas e benefícios únicos, que grandes marcas não conseguem alcançar,” justifica. 

Concluindo, a profissional apontou uma tendência em adquirir atitude e estilo de vida e não apenas um produto, o que obriga as empresas de beleza a se preocupar com práticas sustentáveis, a ter propósitos e personalidade para poder conquistar novos clientes.
 

 
Mais notícias sobre Notícias da Feira | Voltar
Fórum Hair Brasil 2018
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha