Brasil, 13 de Julho de 2020
19 de junho de 2019

Mari Nicácio é homenageada em Paris

Mari Nicácio e Laiz Preziosi (Intercoiffure Brasil) e à esquerda Mattew Jhonson (Membro Fashion Team)

A cabeleireira e visagista Mari Nicácio teve um dia de sonho no Mondial Spot Light, evento organizado pela Intercoiffure Mondial, que aconteceu em Paris entre os dias 1 e 2 de junho. Por seus 15 anos de carreira na Fundação Guillaume, ela passou a fazer parte da Liga de Profissionais da organização. Um pin de ouro, um diploma e uma escultura do fundador, Mestre Guillaume, comprovam o título.

"É um reconhecimento que representa muito de tudo o que eu sou"
 

Ainda bastanta emocionada com a homenagem, Mari pontuou a relevância do momento para ela. “É a realização de um sonho. Mas, um sonho conquistado, um sonho batalhado, um sonho suado. Não foi fácil e chegar até aqui é o reconhecimento de um trabalho focado, de muito esforço e dedicação. Ainda vou chorar muito de emoção ao me lembrar deste dia e de tudo o que passei até conseguir este lugar”.

História

O sabor da homenagem recebida em Paris é especial, pois Mari percorreu um longo caminho até brilhar nos palcos internacionais. Ela começou muito cedo na profissão, seguindo os passos dos pais e realizando cortes de cabelos por R$ 5 e sem acreditar em seu talento.

Mas, a história começou a mudar no ano de 2000, quando ela venceu um prêmio da Revista Cabelos & Cia e foi à Paris em 2002 para participar de um evento de cabeleireiros profissionais. “Lá eu descobri que queria chegar ao topo, que queria falar francês, que tinha sonhos e que ia conquista-los”, conta Nicácio.

Os frutos vieram logo, mas não com facilidade. Em 2004, Mari se tornou a primeira embaixadora latino-americana da Fundação Guillaume no Congresso Mundial em Tóquio em 2004. Em 2007 ela se tornou membro da fashion team da Fundação e, na sequência, delegada da América Latina.

Ao falar sobre todo este caminho, ela se lembra que a determinação era seu principal combustível. “Foram quase 12 anos de foco total. Eu deixava de almoçar, aprendia o inglês e o francês ao mesmo tempo, viajava e trabalhava exaustivamente, fiquei doente, mas não desisti. Por isso, esse reconhecimento é extremamente valioso, pois representa muito da minha vida e de tudo o que eu sou”.

Na homenagem à Mari não faltaram elogios. “Ela é fluente em francês, inglês e português e é a ponte lingüística na Fundação Guillaume entre os juniores e os membros da equipe de moda de todo o mundo. Ela foi substancial na criação da Fondation Guillaume no Brasil. O seminário inesquecível no Rio de Janeiro em 2008, com um belo show no Pão de Açúcar, não teria sido possível sem sua ajuda e apoio intermináveis” foi um dos trechos do discurso que coroou a trajetória de Nicácio.

Equipe Fundação Guillaume: Oliver Bohn (Presidente), Mari Nicácio e Jesus Romero (Novos Membros Liga) e Bruno Sommer (CEO)

Equipe Fundação Guillaume: Oliver Bohn (Presidente), Mari Nicácio e Jesus Romero (Novos Membros Liga) e Bruno Sommer (CEO)

 
Mais notícias sobre Notícias do Setor | Voltar
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha