Brasil, 25 de Junho de 2018
16 de abril de 2018

Índice Batom: setor de beleza brasileiro acelera crescimento

Quase um quarto da população brasileira assume ter o hábito de gastar mais do que realmente pode com produtos e cuidados estéticos*

O setor de beleza vem demonstrando boas expectativas para os negócios durante a 17ª edição da HAIR BRASIL - Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética, que acontece entre 14 e 17 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Um dos conceitos que podem justificar esse aquecimento tem base no indicador conhecido como “Índice do Batom” criado em 2001 pelo presidente da Estée Lauder, Leonard Lauder, que se baseia na estatística de que as vendas de cosméticos sobem em razão proporcional à queda do poder de compra dos consumidores. 

Apesar dos desafios da economia brasileira, em vez dos consumidores comprarem um artigo de maior custo, refugiam-se em produtos mais acessível, como batons, esmaltes e outros produtos de beleza, avalia Jeferson Santos, diretor geral da Hair Brasil.

“Esse é um fenômeno que atinge especialmente as mulheres, permitindo que elas desfrutem da sensação de bem-estar e administrem com maior facilidade uma possível perda de autoestima. A incerteza financeira não impede a mulher de investir em pequenos prazeres como cuidar semanalmente das unhas, cabelos ou comprar um novo cosmético”, analisa.

Atualmente, o Brasil é o quarto maior consumidor de produtos de beleza e higiene pessoal em todo mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. No ano passado, o segmento de Beleza e Bem-Estar ocupou a terceira posição entre as maiores franquias em 2017, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), permanecendo atrás apenas do setor de alimentação e serviços educacionais.

O pulo, de 12% para 16% em relação ao ano anterior, revela o quanto as mulheres não abrem mão da estética e os homens estão aderindo cada vez mais aos tratamentos de beleza. De acordo com o Sebrae, cerca de 70% dos brasileiros afirmam que os gastos com beleza são uma necessidade. Em primeiro no ranking das intenções dos consumidores estão os cosméticos (50,7%). Cuidados com cabelo, unha, barba e pelos chegam a 42,3% *

As novidades em produtos e serviços que vão movimentar esse mercado estão sendo apresentadas essa semana na Hair Brasil, que conta com a participação de mais de 900 marcas expositoras.

 *Dados de acordo com levantamentos feitos pelo Serviço de Proteção ao Crédito em conjunto com a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

 
Mais notícias sobre Notícias da Feira | Voltar
Fórum Hair Brasil 2018
ÁREA DO EXPOSITOR e MONTADOR
Usuário
Senha
Usuário
Senha